15 novembro 2017

[RESENHA] Dezesseis - Rachel Vincent


FICHA TÉCNICA 
Nome: Brave New Girl (Dezesseis) 
Autor(a): Rachel Vincent 
Editora: Universo dos Livros 
País: EUA 
Lançamento: 7 de junho de 2017 
Gênero: Ficção científica, Engenharia genética 
Páginas: 235


SINOPSE: "Em um mundo em que todos são iguais, uma garota se destaca por sair do padrão. Uma história promissora e de ritmo acelerado, escrita por Rachel Vincent, autora best-seller do The New York Times. 
“Nós temos cabelos castanhos. Olhos castanhos. Pele clara. Somos saudáveis, fortes e inteligentes. Mas só uma de nós já teve um segredo.” 
Dahlia 16 vê seu rosto em toda multidão. Ela não tem nada de especial – é apenas uma entre as outras cinco mil garotas que foram criadas  visando o bem da cidade. Ao conhecer Trigger 17, porém, tudo muda. Ele a considera interessante. Linda. Única. Isso significa que ele deve ser defeituoso. Quando Dahlia não consegue parar de pensar nele – nem resistir a procurá-lo, ainda que isso signifique quebrar as regras – ela percebe que deve ser defeituosa também. Mas, se ela for defeituosa, todas as idênticas também são. E qualquer genoma com defeito descoberto deve ser recolhido. Destruído. Ser pega com Trigger não apenas selaria o destino de Dahlia, mas o das cinco mil garotas com o mesmo rosto. No entanto… e se Trigger estiver certo? E se Dahlia for mesmo diferente? Subitamente, a garota que sempre seguiu todas as regras começa a quebrá-las, uma a uma… " (Google Books)



 Dezesseis se passa num mundo muito após o nosso, reerguido através da tecnologia e dos grandes cientistas. Tudo é feio com clonagem. A unidade não existe mais. A singularidade foi extinta. Ou pelo menos, é o que eles pensavam.
 É aí que entra nossa protagonista, Dahlia 16. Que tinha tudo pra ser exatamente como suas 1499 idênticas, mas logo se percebe que ela possuia desejos, sentimentos que não lhe deviam ser possíveis. As coisas pioram quando ela conhece Trigger 17, com quem secretamente começa a conversar e posteriormente, a se encontrar.
 O mundo retratado em Dezesseis é um mundo em que não se pode muitas coisas, e uma delas é conversar com pessoas que não façam parte do seu ciclo. Trigger e Dahlia são de ciclos diferentes: ele é um cadete, e ela, uma agricultora. Evidente que logo são descobertos e é aí que nossa história começa de verdade.

 O começo do livro é bem chatinho, para ser honesta. Não prende. Você vai precisar ter uma força de vontade pra continuar a leitura. As coisas começam a ficar bacanas quando Dahlia conhece Trigger, e então ela começa a quebrar as regras a fim de conhecê-lo melhor e  poder entender coisas que antes nunca saberia.
 Embora ele não esteja sendo considerado, claramente se trata de um mundo distópico. Aos poucos, Dahlia vai percebendo o quanto é ignorante com relação ao mundo que vive e o quão enganada foi. Ao longo da trama, vamos descobrindo com a protagonista um pouco mais a respeito deste mundo estranho, sobre o que há fora dos muros onde ela vive, e o melhor, sobre quem ela é.

 O final do livro, embora não seja impactante (na verdade, é até confuso), deixa bem claro que haverá uma continuação. O que é ótimo, já que este livro nos deixa com vários pontos de interrogação e perguntas sem respostas... A única coisa que espero é que não se torne uma série massante com mil livros pra ler, aumentando uma história que pode ser concluída em no máximo 3 livros.

 Não posso dizer que podemos nos apegar facilmente a nenhum personagem. Nem mesmo Dahlia foi muito aprofundada neste primeiro livro, portanto não temos tempo suficiente pra gerar algum sentimento completo por qualquer personagem. Nós permanecemos neutros durante toda a leitura. Mas não deixa de ser um livro ruim, não mesmo. A premissa é boa, só está apenas muito crua.


Classificação:

14 comentários:

  1. Oi Abby.

    Eu tenho muito interesse em ler este livro, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre ele. Mesmo sabendo pela sua opinião que ele tem o começo bem chatinho, ainda quero lê-lo. Força de vontade pra leitura com começo chato é comigo mesmo. Eu fico bem curiosa! Dica anotada.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Kenia!!! Acredito que você vá gostar do livro sim. No começo parecia bem cansativo pra mim, mas no final eu já tava aguardando a segunda parte haha

      Excluir
  2. Olá!
    Desde que vi esse livro me senti interessada, pois tem uma ótima proposta. Adoro esse tipo de distopia... Mesmo sendo chatinho no inicio como você mesma disse, o negócio é insistir. Eu nunca desisto rsrsrs Ainda assim quero ler numa futura leitura.
    Nizete
    Cia do leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que muita força de vontade viu? Hahahaha mas você não se arrepende. Vale a pena conhecer essa história <3

      Excluir
  3. Eu achei muito interessante a sinopse do livro, me deu uma vontade enorme de ler esse livro. Sua resenha está super completa. Parabéns 💞

    ResponderExcluir
  4. É uma pena que tenha deixado um pouco a desejar. Parece ser um livro incrível e diferente, principalmente por se tratar de uma ficção futura (acho super interessante). Amei a tua resenha, tá realmente super descritiva. Bjos, Marinspira <3

    ResponderExcluir
  5. Tem cara de ser muito interessante! Parabéns pelo post. 😊

    ResponderExcluir
  6. Já tinha lido sobre o livro, mas sabe aquela coisa de que você fica curiosa, mas não sabe exatamente se tem vontade de ler? Pois é! Embora eu ame histórias que se passam num futuro não tão distante, este em si não me prendeu como deveria com a sinopse, já que leva a premissa da maioria dos livros de distopia. Contudo, eu adorei a ideia de todos serem iguais. Tua resenha está ótima ♥

    ResponderExcluir
  7. Oi, Abby.
    A sua resenha me deixou com vontade de conhecer mais sobre o livro.
    Achei interessante e até me lembrou um filme.
    Será mesmo que terá continuação?
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Cabelos castanhos, olhos castanhos, pele clara, vê seu rosto em toda multidão, ela não tem nada de especial... Gente, eu sou a personagem do livro :O

    ResponderExcluir
  9. Olá! Ainda não conhecia e fiquei bastante curiosa. Com certeza, vou anotar a indicação. Gostei bastante do seu post. Ótimo compartilhar, bjooo

    ResponderExcluir
  10. Gostei do seu post, ficou super bem feito e interessante! Confesso que não é o tipo de história que chama muito minha atenção (talvez pelo fato de ser um pouco confuso, como vc mesma disse), gosto de livros mais claros entende? Mas acredito que seja uma história boa ♥ Mas ela chega a ficar com o Trigger? Conta aí rs

    ResponderExcluir
  11. Já vi tanta gente falando sobre esse livro! Tenho muita vontade de ler ele faz tempo haha parece interessante! Adorei seu post!
    by: atravesdaescrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi tudo bem? Essa é a primeira resenha que eu leio desse livro, apesar de parecer muito interessante não faz muito o meu gênero. Minha irmã caçula leu ele em três dias e amou..rss! A sua resenha me deixou curiosa para saber o que vai acontecer, assim que eu tiver um tempo vou pegar ele emprestado.
    Beijos e abraços da Vivi
    vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Desenvolvimento por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo