13 fevereiro 2018

[RESENHA] A Mediadora #4 A Hora Mais Sombria - Meg Cabot


FICHA TÉCNICA
Nome: Darkest Hour (A  Mediadora - A Hora Mais Sombria)
Autor(a): Meg Cabot 
Editora: Galera Record
País: EUA
 Lançamento: Dezembro de 2001 
Gênero: Fantasia, Romance
Páginas: 272




SINOPSE: "Neste volume da coleção, Suzannah esta de ferias e começa à trabalhar como babá em um hotel chique, pois seu padrasto lhe dá duas alternativas: trabalhar, ou receber aulas particulares. Lá, ela conhece Jack, um mediador e Paul, seu irmão, um garoto muito estranho que logo se apaixona por Suze. Porém não é correspondido. Suzannah tem que trabalhar e fugir das cantadas de Paul.Numa noite, Suzannah é acordada por um fantasma de uma mulher, a ex-noiva Maria de Silva do seu namorado Jesse, e ainda exige que a construção de uma piscina nos fundos da casa de Suzannah seja interrompida imediatamente e isso faz Suze pensar em o que esta escondido lá. Será o corpo de Jesse? Suzannah em nenhum momento descarta essa possibilidade. Mas se for isso mesmo? E se solucionarem o seu assassinato e Jesse finalmente passar para o outro lado? Como será que isso vai terminar? Para nossa querida mediadora, problemas e aventuras é o que não falta. E sera que Jack fara as escolhas certas? O amor entre Suzannah e Jesse ira aguentar a todas as coisa que acontecerão?" (Skoob)



RESENHAS ANTERIORES:
LIVRO 1 | LIVRO 2 | LIVRO 3



 Chegaram as férias de verão! Muito sol, praia, refrescos e... Só que não! Suze descobre que em sua família, férias de verão significam duas coisas: aulas particulares ou emprego temporário. E é assim que nossa mediadora vai parar num hotel e resort super caro da Califórnia junto com seu irmão mais velho Jake, onde trabalha como babá. O que não era nada mal, considerando que o lugar pagava bem e as gorjetas eram bem gordas! O que ela não esperava, era encontrar outro mediador!
 O mediador em questão é Jack, um garotinho de 8 anos que a família pensa ser completamente esquisito. Mas Suze vai lhe ensinar que ele não está sozinho no mundo, e lhe mostrar que os fantasmas não querem lhes fazer mal (bom... grande parte deles). Só que Jack tem um irmão mais velho. Paul. Que é, sem dúvida, um pedaço de mal caminho. Um pedaço de mal caminho que está muito interessado em Suze. E ela até daria uma chance, se não fosse por Jesse...
 Ah sim, o fantasma com quem ela divide o quarto. Agora não há como negar: ela está apaixonada por ele. É óbvio que, ele não sente nada, a vê apenas como uma amiga. Mas os sentimentos continuam ali, encaixotados.
 Pelo menos até receber a visita inesperada de Maria de Silva, a ex-noiva de Jesse, com uma faca em seu pescoço e ameaçando-a. Ordena para que seu padrasto e seu irmão parem de cavar os fundos da casa (onde pretendem construir uma piscina), pois podem se arrepender. E é aí que Suze entende a gravidade do que está acontecendo. Se continuarem a escavar, pode ser que algo relacionado a morte de Jesse seja revelado. E assim o mistério de seu desaparecimento acaba. Em outras palavras, Jesse poderá partir. Suze está num impasse agora.
 Todos estes problemas, e ela ainda precisa ensinar um novo mediador, já que o padre Dom está inalcançável no momento, já que foi para um retiro de padres. Ensinar um novo mediador E ainda despistar seu irmão insistente e misterioso. Mal sabe Suze que o problema está só começando.

 Este é um dos meus favoritos dessa série. Pois vemos Suze fora dos muros da Missão, com novos personagens, o passado de Jesse finalmente sendo revelado... E Suze parece que, finalmente, vai começar a entender também a dimensão de seus poderes.


Classificação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desenvolvimento por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo