20 fevereiro 2018

[RESENHA] A Mediadora #5 Assombrado - Meg Cabot


FICHA TÉCNICA
Nome: Haunted (A  Mediadora - Assombrado)
Autor(a): Meg Cabot 
Editora: Galera Record
País: EUA
 Lançamento: 2003 (EUA) | 2014 (Brasil)
Gênero: Fantasia, Romance
Páginas: 240




SINOPSE: "Suzannah passou o último verão no Pebble Beach Hotel and Golf Resort. Não, ela não estava hospedada com os ricaços. Em vez disso, tomava conta dos filhos deles. E foi assim que ela conheceu Paul Slater: Suzannah era a babá do irmãozinho dele, Jack, e Paul acabou se encantando por ela. Mas é claro que quando um garoto bonitão se interessa por ela as coisas não podem simplesmente dar certo. Ela está de volta às aulas, ansiosa por retomar a rotina, quando ouve uma voz familiar atrás dela. Paul está de volta a Carmel, e dessa vez para ficar. Ele é o novo - e já popular - aluno da Academia da Missão Junipero Serra. Paul faz de tudo para convencer Suzannah a vê-lo, mas Suzannah continua apaixonada pelo fantasma Jesse, e parece estar sendo correspondida." (Skoob)



RESENHAS ANTERIORES:


 Este é, sem dúvida, um dos meus livros favoritos da série! Após os acontecimentos de A Hora mais Sombria, Suze inicia seu 11º ano na Academia da Missão, junto de seus amigos CeCe e Adam. O que ela não esperava era ver Paul Slater novamente, dessa vez na mesma turma que ela.

 Pra quem não se recorda, Paul Slater era filho de uma família que estava hospedada no Pebble Beach Hotel and Golf Resort, onde Suze passou grande parte do seu verão trabalhando como babá no último livro. Ela cuidou do pequeno Jack, um garoto inicialmente introvertido, que descobrimos ser outro mediador, assim como Suze e o Padre Dominic. O que ela realmente não imaginava é que Paul também era um. Ou pelo menos, parecia ser.
 Agora, com Paul no seu pé, e Jesse no seu quarto, Suze está literalmente sem saída. Mal consegue lidar com as aflições do seu coração por amar um homem que está morto há 150 anos, e ainda com um garoto do qual ela tem um leve trauma depois que ele quase a matou. É, as coisas não vão muito bem para ela.
 Paul parece ser um típico garoto popular da escola, afim de Suze. Mas ela sabe que ele esconde muitas coisas, coisas sombrias, e que ele com certeza sabe algo sobre os mediadores e que Suze morre de curiosidade pra saber o que é. Será que vale a pena passar um tempo a mais com um garoto tão misterioso e sombrio, em troca de respostas?

 Neste quinto volume vemos uma Suze mais instável emocionalmente, depois de passar por altas aventuras que mexeram muito com seu coração (e sua cabeça). Meg trouxe uma Suze mais madura, porém mais frágil, que todos os outros volumes. Somos transportados pro mundo onde Suze tem de lidar com mortos o tempo todo. Mas dessa vez, o perigo está bem a sua frente, de carne, osso e um sorriso bonito.
 Esse livro nos faz entender melhor também um pouco como funciona a cabeça do Jesse, já que até então ele sempre se mostrou muito misterioso, e até mesmo um pouco chato, invadindo a privacidade da Suze em alguns momentos, porém salvando-a de muitos perigos em outras vezes... Uma tamanha confusão na cabeça de Suze, e ela nunca pode entender realmente quais eram os sentimentos de Jesse por ela... Bom, talvez nesse volume ela venha a descobrir...


 A leitura é muito fluida, as páginas passam voando e você termina o livro com aquele gostinho de quero mais, assim como todos os livros dessa série incrível!


Classificação:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desenvolvimento por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo