[RESENHA] Quinze Dias - Vitor Martins


FICHA TÉCNICA
Nome: Quinze Dias
Autor(a): Vitor Martins
Editora: Globo Alt
País: Brasil
 Lançamento: 3 de junho de 2017
Gênero: Romance 
Páginas: 208
Adicione: Skoob

SINOPSE: "Felipe está esperando por esse momento desde que as aulas começaram: o início das férias de julho. Finalmente ele vai poder passar alguns dias longe da escola e dos colegas que o maltratam. Os planos envolvem se afundar nos episódios atrasados de suas séries favoritas, colocar a leitura em dia e aprender com tutoriais no YouTube coisas novas que ele nunca vai colocar em prática. 
Mas as coisas fogem um pouco do controle quando a mãe de Felipe informa que concordou em hospedar Caio, o vizinho do 57, por longos quinze dias, enquanto os pais dele estão viajando. Felipe entra em desespero porque a) Caio foi sua primeira paixãozinha na infância (e existe uma grande possibilidade dessa paixão não ter passado até hoje) e b) Felipe coleciona uma lista infinita de inseguranças e não tem a menor ideia de como interagir com o vizinho. Os dias que prometiam paz, tranquilidade e maratonas épicas de Netflix acabam trazendo um turbilhão de sentimentos, que obrigarão Felipe a mergulhar em todas as questões mal resolvidas que ele tem consigo mesmo." (Amazon)



 Quinze Dias é o livro de estreia do autor brasileiro Vitor Martins, e conta sobre os primeiros 15 dias das férias de verão do Felipe, nosso protagonista.
 Confesso que só peguei o livro porque ele era curtinho hahaha. Pretendo bater minha meta de 30 livros esse ano e ler livros curtos vai me ajudar muito. Mas confesso que a obra me surpreendeu.

 Felipe é um garoto de 17 anos, que mora num apartamento com sua mãe, e mal pode esperar pelas férias para poder ficar o tempo todo trancado no seu quarto sem ver ou falar com ninguém. Ele é um garoto carismático, bondoso, e cheio de referências para nos dar. Tudo isso somado ao fato de que ele é gay. Isso fica muito nítido logo no começo do livro, antes mesmo dele dizer algo a respeito.
 O seu grande empecilho é que Felipe não é um garoto dentro dos padrões. Ele é gordo. Com essas palavras. Sem chorumela e sem rodeios. Ser gordo não diminui suas características em nada, mas a sociedade (mais especificamente sua escola) pensam diferente.  Por isso ele aguarda tão ansiosamente o fim das aulas.

 O que seria um verão tranquilo e sem grandes acontecimentos, vira de ponta cabeça quando a mãe de Felipe anuncia que Caio, o vizinho do 57, iria passar 15 dias com eles, já que seus pais viajariam. Era tudo o que Felipe não queria. E sabe por quê? Bom... Isso vocês precisarão descobrir lendo o livro ^^

 Eu não tenho propriedade para falar dos demônios que assolam o nosso protagonista, afinal nunca fui gorda, não sei os pensamentos que perpetuam a mente dele (e de outras pessoas como ele). E esse livro foi uma grande porta para mim. Entender um pouco como funciona a mente e as inseguranças de alguém tão diferente de mim.
 Uma das coisas que mais gostei do livro, foi quando Felipe disse que sua sexualidade nunca foi um problema, porque ser gordo anulava todos os outros defeitos. Em outras palavras, ninguém estava muito afim de conhecer o Felipe, como se sua condição de peso interferisse em algo.

 É um livro super curtinho, narrando os 15 dias de Felipe com Caio e sua mãe. Vemos ali um sentimento brotando, vemos os demônios sendo encarados, nós rimos, e ficamos angustiados junto com nosso protagonista.
 Não é uma obra fantástica, do tipo que você termina de ler e fica impactado. Mas é um livro de muita visibilidade, tanto LGBT quando a +Size. E precisamos MUITO de mais obras assim no mercado.


Classificação:



PS: deixo aqui minha indignação sobre o Felipe não gostar de Cheetos de Requeijão. Meu querido... Quem em sã consciência não gosta de cheetos de requeijão??? É o melhor salgadinho desse mundo! Comeu errado!


40 comentários:

  1. Gostei muito da premissa do livro, principalmente por ter assunto LGBT e +Size e ser autoria nacional. Fiquei bem curiosa. Quem sabe eu leia quando eu diminuir minha lista (que tem mais de sessenta livros já)

    Beijos

    www.degradeinvisivel.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina que lista gigante!!! hahahaha boa sorte com suas leituras. Tomara que consiga um espacinho pra ler essa obra. Garanto que não vai se arrepender <3

      Excluir
  2. Este livro parece ser incrível , sempre é bom vermos o que os outros que são diferentes de nós pensam !amei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom mesmo!! Assim que tiver oportunidade, leia! Não vai se arrepender <3

      Excluir
  3. Olá!
    Essa já é a terceira resenha que leio a respeito desse livro e foi a que mais de deixou com vontade de lê-lo principalmente quando você fala o que o protagonista acha que seu peso o impede que sua sexualidade seja um problema em sua vida porque ninguém quer conhecê-lo, nossa, doeu... =(
    Preciso ler esse livro e saber se esse menino vai ficar bem!! O_O
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, isso só pode ser um sinal!! Você precisa ler a obra e logo! Hahahahah. Ela é muito boa, viu? Garanto que você vai se encantar também <3

      Excluir
  4. Concordo com você, precisamos de mais obras assim no mercado. Achei a história bem interessante, é um livro que até então eu não conhecia
    Ps: o melhor cheetos é o mix, três sabores em um só hahaha

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, como vai? Confesso que ainda nao conhecia esse livro, mas ja me encantou em saber que o tema é de romance, o que ja me ganhou, eu achei super interessante essa historia e ja anotei aqui o nome do livro. beijos

    ResponderExcluir
  6. Mais um livro para a Wishlist de leitura haha Adoro histórias assim, principalmente se for nacional! Obrigada pela indicação.
    PS: Eu tbm não gosto de cheetos de requeijão kkkkk

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Eu adoro o Vitor Martins e quero muito ler esse livro, eu já li o começo e fico extremamente apaixonada com a forma dele escrever sobre a situação de forma tão realista e fofa. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  8. Eu sou louca pra ler esse livro, tudo nele me atrai, desde a capa até a história em si, acompanho o autor no Booktube e já adorava ele, ai quando soube sobre seu livro, amei mais ainda! Eu também não entendo o que é ser uma pessoa gorda e gay mas creio que o principal papel da literatura é nos colocar na pele de outras minorias.

    ResponderExcluir
  9. Achei esse livro lindo, só de ver a capa! gosto bastante de livros curtinhos, são perfeitos para ver no ônibus! Beijo♥

    ResponderExcluir
  10. Eu quero muito ler esse livro, sua resenha está incrível e amei sua observação no final rs. Também sou apaixonada por cheetos de requeijão.

    ResponderExcluir
  11. Gostei da resenha. Parece um bom livro. Mas esse negócio de não gostar de cheetos requeijão me incomodou também hauhauhaua.

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Estou bem animada para conhecer essa história. Pelo visto o autor abordou questionamentos corriqueiros nos personagens, mas de forma bem sensível.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  13. Parece um bom livro! Sua resenha me fez lembrar do meu filho que não tirava a camiseta para entrar na piscina, praia ou rio. Sei bem o que ele passou na infância. Dica anotada!!

    Bjs,
    Cidália.

    ResponderExcluir
  14. Oi
    quero esse livro para ler eu adorei,é meu é gênero predileto,ainda mais porque já de cara me identifiquei muito com o livro.

    ResponderExcluir
  15. Eu já tinha visto essa capa por aí, mas não conhecia a história do livro. Amei muito! Adoro romances que se passam em férias de verão <3


    Sorria sempre :)
    www.malusilva.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem? Esse livro é uma gracinha mesmo. Eu o li no ano passado e foi um dos LGBTs nacionais mais fofos que já li. O que mais gostei do livro é que ele toca em autoestima e como isso, infelizmente, afeta toda a nossa vida </3 Que bom que também gostou! Eu soube que o autor tá escrevendo outro romance, tô louca pra conferir!

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. amada fiquei curiosa deve ser top este livro gostei da resenha aguçou a curiosidade

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem Abby?

    Eu não conhecia esse livro e o autor, achei a capa bonitinha e a sua resenha ficou bem legal. Fico feliz que tenha gostado da leitura, vou anotar a sua dica!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Que livro maravilhoso!! Adoro quando conseguem abordar questões de emponderamento sem ficar pesado. Legal ter te ajudado a pensar sobre as diferenças, mesmo que vc não as tenha, ajuda a não ter preconceito, né? Até pq às vezes você não tem a mesma característica da pessoa, mas tem alguma que pode ser alvo de preconceito.
    Adorei a dedicatória da piscina,nunca precisei entrar, mas já usei maio pq me estava gorda. Tenho amiga que nem vai a praia.
    Beijo grande flooor

    http://cariocadointerior.com.br/

    ResponderExcluir
  20. É um livro que aborda importantes temas ligados à representatividade. Precisamos de mais obras assim! E que bacana que o autor é brasileiro, nossa literatura ganha cada vez mais visibilidade.

    ResponderExcluir
  21. Já conhecia o livro pela sua capa maravilhosa e pelo autor, contudo, não tenho oportunidade de comprá-lo aqui em Portugal. Portanto, adorei ler a sua resenha e entender um pouco como se desenvolve a história, os demónios que o assombram, o contexto da obra e as suas indagações! Adorei a resenha! Não fazia ideia que o livro era bem curto, haha

    ResponderExcluir
  22. que capa mais amor!
    o livro parece ser bem legal!
    e concordo, quem em sã consciência não gosta de cheetos de requeijão??? hahahaha ♥

    ResponderExcluir
  23. Este livro já esta na minha wishlist há algum tempo mas eu ainda não o adquiri. Agora fiquei ainda mais curiosa, alias também deixo a minha sobre Felipe não gostar de Cheetos de Requeijão haha, concordo com você! Mas voltando a resenha, adorei, e vou tentar passar este livro na frente e comprar ele assim que puder. Espero gostar também

    ResponderExcluir
  24. Que capa mais linda! Parece ser um livro muito interessante, pois eu consigo me ver no papel do protagonista. É estranho como realmente tudo que somos é anulado porque somos acima do peso. Curtinho e me deixou curiosa, quero ler

    ResponderExcluir
  25. Gostei da resenha, eu nao conhecia o livro e nem o autor, gostei de ser nacional.Livros curtos me chamam a atenção, e esse parece bem bacana de se ler. Os assuntos abordados sao bem interessantes para reflexão.

    ResponderExcluir
  26. Confesso que não conhecia o livro, mais a história é bem interessante e comovente. Ótima resenha, já na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  27. Olá ,eu quero muito ler esse livro, pois acompanho o canal do Victor e o primeiro capítulo que ele leu foi maravilhoso . Gostei da sua resenha.

    ResponderExcluir
  28. Não tinha ainda ouvido falar nesse livro, mas gostei bastante do enredo.
    Acho que o Felipe sofreu o primeiro preconceito tão grande, que os outros defeitos nem tiveram como aparecer.
    Fiquei super curiosa para saber sobre o que irá acontecer com a presença do caio nesses 15 dias.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  29. Oiii!

    Eu não li essa obra ainda, maaas tenho vontade! Saber que é um livro rápidinho me conquista!! Gostei da sua resenha! E cara, como assim, o salgadinho de requeijão é o mais maravilhoso do mundo! AMO muito hahha

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  30. Legal que te surpreendeu, mas apesar disso é de sua resenha, não me interessei muito por ele.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  31. Colega, este livro me pareceu muito interessante. Já fiquei querendo ler já. Vou baixa-lo no Kindle. Obrigada pela dica, voc~e escreve de uma forma envolvente.

    ResponderExcluir
  32. Haha, divertido o Ps.:.
    Esse é um livro quero ler, pela capa lindinha, premissa, por acompanhar o autor pelas redes sociais e por achar bacana a representatividade que ele traz.

    ResponderExcluir
  33. HAHAHAHHAHAHAHA ri alto pq eu tbm adoro cheetos de requeijão. AHHH eu ainda não tive a oportunidade de ler, mas tenho muita vontade.

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  34. Olá, tudo bem?
    Eu ainda não li esse livro, mas já li muitas resenhas dele e tenho muita curiosidade em ler esse livro. Eu gostei muito da forma como o autor parece ter trabalhado os demônios do protagonista, eu acho que, até certo ponto, o compreendo. Fiquei muito contente por essa leitura ter te agradado e vou super anotar a dica!
    Beijos

    ResponderExcluir
  35. Oi
    A capa desse livro é super gracinha, vi que ser gordo é um dos pontos norteadores do livro, eu sou gorda e achei interessante a proposta. 'Quem em sã consciência não gosta de cheetos de requeijão??? ' EU.

    ResponderExcluir
  36. Oi Abby,
    Li esse livro logo quando ele lançou e adorei, achei a escrita do Vitor muito gostosa e natural, e para quem esta apenas começando, acho que ele tem muito a nos oferecer mais para frente. Os personagens são uns fofos, e fico bem feliz que o LGBT venha ganhando cada vez mais espaço no mundo.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  37. Oieee já havia visto o livro, mas não sabia que era LGBT, esse tipo de capa é tão sem graça, me desanima muito das obras e não consegue passar os conceitos, pela capa seria impossível deduzir.
    Não sei se nesse momento eu faria a leitura por ser um YA e eu estar meio desanimada para livros do gênero, mas em outra ocasião leria sim

    ResponderExcluir

 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!